1. Home
  2. »
  3. News
  4. »
  5. Aliança do Banco Subnacional de Desenvolvimento na América Latina
NOTÍCIAS
Aliança do Banco Subnacional de Desenvolvimento na América Latina
04/06/2021 Since 7 meses

Após a Cúpula de Finance In Common em novembro de 2020, foi criada a Aliança de Bancos Subnacionais de Desenvolvimento (BSD) para a América Latina, representando o segundo capítulo regional após a criação da Aliança para a África em 2016. A iniciativa é liderada pelo Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG), a Agência Francesa de Desenvolvimento (AFD), o Fundo Global para o Desenvolvimento das Cidades (FMDV) e o Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Relações Internacionais (IDDRI). A criação desta Aliança visa reforçar o papel estratégico dos Bancos Subnacionais de Desenvolvimento no financiamento da implementação das Agendas Globais nas cidades e territórios da América Latina.

Os bancos de desenvolvimento desempenham um papel fundamental como instituições de financiamento aos governos locais e regionais para o fornecimento de serviços públicos e infra-estrutura. Além disso, como formuladores de políticas, através de suas estratégias e como instituições executoras do desenvolvimento urbano nacional, as BSD colaboram com o desenvolvimento e promoção de políticas nacionais alinhadas com as metas das Agendas Globais, integrando objetivos qualitativos e quantitativos, padrões e metodologias de relatórios em seus procedimentos operacionais. Por outro lado, como criadores de mercado, os bancos colaboram no desenvolvimento para consolidar os mercados financeiros locais e urbanos, o desenvolvimento do ambiente propício ao investimento urbano, a melhoria das capacidades locais para formular projetos dignos de investimento, o desenvolvimento de uma carteira sólida de projetos, a promoção de finanças combinadas e a parceria com entidades financeiras internacionais, nacionais e privadas.

Os principais objetivos desta Aliança incluem:

● Estabelecer uma base comum para iniciativas, investimentos e portfólios com a Agenda 2030 e seus Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) e o Acordo de Paris.
● Promover investimentos sustentáveis em projetos de desenvolvimento urbano e territorial e impulsionar os mercados financeiros urbanos e municipais.
● Criar um espaço estratégico de diálogo com pares, instituições de desenvolvimento, governos, municípios e parceiros técnicos e financeiros da região.
● Reforçar o papel estratégico dos BSDs e a contribuição da Aliança para as Agendas Globais em fóruns internacionais.

Em 6 de abril de 2021, a criação da Aliança foi oficialmente anunciada em um evento para oferecer a possibilidade de que os BSDs latino-americanos se juntassem à iniciativa.

This post is also available in: Inglês Espanhol

ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Com o apoio do BID, a Eletrobras emite seu primeiro título verde
A Eletrobras, uma empresa do setor elétrico brasileiro, fez sua estréia no mercado de títulos verdes com uma emissão de sua subsidiária CGT Eletrosul. O valor ascende a R$ 185 milhões (cerca de US$ 34,6 milhões) na fo...
Since 1 mês Mais informação
Prêmio FEBRABAN de Economia Bancária
Desde 2009 a FEBRABAN promove o Prêmio FEBRABAN de Economia Bancária, que visa incentivar o debate e a pesquisa acadêmica sobre temas relacionados ao mercado financeiro e à economia bancária. Nesta 13ª Edição, busc...
Since 1 mês Mais informação
Taxonomia Verde desenvolvida pela Colômbia
A Taxonomia Verde da Colômbia é um sistema de classificação das atividades e ativos econômicos que contribuem para a realização dos objetivos e compromissos ambientais do país. A Taxonomia incorpora um conjunto de def...
Since 1 mês Mais informação