1. Home
  2. »
  3. News
  4. »
  5. ASG e riscos climáticos nas finanças: oportunidades para os setores público e privado
NOTÍCIAS
ASG e riscos climáticos nas finanças: oportunidades para os setores público e privado
05/27/2022 Since 1 mês

Os autores do blog BID Invest argumentam que o setor financeiro deve identificar oportunidades para dar sua contribuição à sociedade e criar estratégias e modelos de negócios que considerem os riscos, benefícios e impactos do ASG no sentido mais amplo. Ao longo do artigo, os autores descrevem e analisam alguns exemplos de aspectos sociais e ambientais.

Dentro das ações relacionadas ao aspecto “A” ambiental do ASG, os autores mencionam que as emissões líquidas zero são uma forma importante para os bancos gerarem impacto. O banco colombiano Bancolombia, por exemplo, assinou acordos internacionais, revelou seus riscos ambientais e tomou medidas concretas para alcançar emissões líquidas zero.

No aspecto “S” social, eles consideram que uma maneira de criar impacto positivo é através dos programas implementados pelos bancos para apoiar as empresas lideradas por mulheres.  Eles destacam os exemplos do BHD León, um banco dominicano que lançou seu programa Mujer Mujer, e do Banco de América Central (BAC), que criou seu programa Mujer Acelera.

Os autores também destacam desenvolvimentos regulatórios e citam como exemplos duas propostas IFRS/IOSB que criam uma linha de base abrangente de divulgação de sustentabilidade para o mundo inteiro. Uma dessas normas enfoca as exigências gerais de relatórios de sustentabilidade, enquanto a outra enfoca as exigências relacionadas à divulgação do clima. Os reguladores na região da ALC também estão trabalhando para fortalecer políticas públicas específicas para tornar os setores financeiros mais sustentáveis e verdes. Exemplos incluem a Colômbia (taxonomia verde), o Chile (roteiro de financiamento climático, regulamentação de divulgação do ASG), a emissão de títulos azuis no Caribe e regulamentações no Brasil, Honduras e Paraguai, muitos dos quais têm sido apoiados pelo BID.

O BID e o BID Invest, juntamente com a Global Reporting Initiative (GRI), estão trabalhando em um documento com diretrizes de relatórios para os mercados de capitais. Com base em dados de investidores, emissores e reguladores, o documento analisa as percepções desses atores e inclui análises e recomendações sobre lacunas regulatórias tanto para o setor público quanto para o privado. A maioria das instituições financeiras da região já está agindo proativamente para criar divulgações e tirar proveito da oportunidade significativa apresentada pela sustentabilidade.

This post is also available in: Inglês Espanhol

ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Paraguai emite obrigações para apoiar as PMEs através do Banco Sudameris
O BID Invest emitiu um novo título para financiar o acesso a empréstimos de médio e longo prazo, em moeda local, para pequenas e médias empresas no Paraguai, através do Sudameris Bank S.A.E.C.A (Sudameris). A emissão ...
Since 2 semanas Mais informação
BID Invest e Banco Promerica emitem primeiro título sustentável em El Salvador
O Banco Promerica de El Salvador concluiu a emissão do primeiro título sustentável do país, totalmente subscrito pelo BID Invest. A edição totaliza US$ 20 milhões e procura financiar projetos verdes e sociais. A trans...
Since 3 semanas Mais informação
Inclusão financeira com foco na sustentabilidade
Uma recente publicação do BID Invest, por ocasião da Semana da Sustentabilidade 2022, destacou uma história de sucesso em bancos sustentáveis que mostra o caminho para concorrentes potenciais e novos atores no setor f...
Since 3 semanas Mais informação